Dieta x Reeducação alimentar: entenda a diferença

 Categoria Dicas

Dieta e reeducação alimentar não são sinônimos. Entenda o que é melhor para você e sua saúde.

Na hora de atingir seu objetivo, seja ele emagrecer ou melhorar a saúde, é necessário saber o que vai te ajudar a chegar lá. Por isso, conhecer a diferença entre dieta e reeducação alimentar é muito importante.

No fim do ano passado, fizemos um post aqui no blog com algumas dicas para manter a linha durante as festas de fim de ano. Se você não leu nosso post e acabou exagerando, pode estar com peso na consciência e querendo melhorar seus hábitos nesse ano novo (ou eliminar os quilinhos extras que ganhou).

Você não está sozinho! Muitas pessoas têm esse mesmo objetivo no início do ano ou fazem essa resolução para o ano novo. Chegou a hora de cumpri-lo. Para que você possa fazer a melhor escolha, é preciso entender qual a sua necessidade e, para isso, descobrir se o ideal é uma dieta ou reeducação alimentar.

A primeira coisa que nos vem à mente quando pensamos em perder peso ou melhorar nossa alimentação é “dieta”. Porém, nem sempre é a melhor alternativa. Dieta é um regime prescrito por um médico ou nutricionista, que restringe total ou parcialmente alguns alimentos. Seu objetivo de atingir algum efeito terapêutico (redução de peso, ganho de massa muscular, controle de colesterol, dentre outros).

Por outro lado, a reeducação alimentar é um processo de aprendizado, conscientização e alteração gradativa dos hábitos alimentares. Torna-se um estilo de vida. Através dela, você entende quais são as melhores escolhas para seu corpo e sua saúde, não visando somente emagrecimento, mas qualidade de vida. Sem restrições, mas com equilíbrio e escolhas conscientes.

Vale ressaltar que, em alguns casos, as dietas restritivas ou de estímulo metabólico são necessárias, mas devem fazer parte de um processo de reeducação alimentar. Assim será possível saber a hora certa de entrar ou sair de uma dieta – e como sair. Isso é a nutrição possível, real, inteligente e personalizada. Saber escutar a mente e as necessidades do paciente em cada momento da sua vida.

Não se esqueça de procurar auxílio de um profissional capacitado. Ele vai poder entender suas necessidades e auxiliar no seu processo, para que você atinja seus objetivos de forma saudável. Em um processo de reeducação, por exemplo, nada melhor que um Cardápio Personalizado para a rotina da sua casa! Nós podemos te ajudar! Entre em contato conosco e saiba mais.

Posts Recentes